Gols da 10ª rodada

Globo 1x0 Porto




Brasil de Pelotas 1x0 Ituano




Penapolense 4x0 Pelotas




Brasiliense 2x1 Villa Nova




Central 5x0 Baraúnas




River 7x1 Guarany de Sobral




Moto CLub 2x1 Remo




CONFRONTOS OITAVAS



Lembrando que no existe uma pré tabela das quartas, as oito equipes que se classificarem serão divididas em um novo bloco, aonde o de maior pontuação enfrenta o de pior e assim sucessivamente.

Princesa do Solimões 2x3 Santos

A torcida do Santos-AP lembrará com muito carinho da noite deste sábado. Em confronto decisivo, fora de casa, no estádio da Colina, em Manaus, o time amapaense venceu o Princesa do Solimões-AM de virada, por 3 a 2 e garantiu a classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série D. o jogo foi válido pela 10ª rodada.

Graças a um gol de falta do goleiro Diego, o Peixe da Amazônia conseguiu a vitória e terminou a Fase de Grupos na segunda posição do A1, com 16 pontos. A pontuação é a mesma do Princesa do Solimões, que acabou eliminado devido ao saldo de gols, quatro a um à favor do time amapaense.

O JOGO
Precisando da vitória para ir à próxima fase, o Santos-AP não demorou para abrir o placar. Logo aos três minutos, depois de uma linda tabela, André Beleza apareceu na cara do gol e finalizou por baixo das pernas do goleiro Paulo para marcar.

O Princesa, porém, virou a partida na metade da primeira etapa. Aos 34 minutos, Nando invadiu a área e foi derrubado por Cavalo. Na cobrança de pênalti, Michel Parintins igualou e quatro minutos depois, em mais um pênalti, desta vez Fininho fez o segundo do Tubarão.

Mostrando que não iria se entregar facilmente, o Peixe conseguiu o empate ainda no primeiro tempo. Carlinhos Maraú recebeu a bola do lado esquerdo e soltou uma bomba, sem chances de defesa para Paulo.
Na segunda etapa, o jogo ficou muito amarrado, com o Princesa cometendo muitas faltas e foi justamente em uma dessas cobranças que o goleiro-artilheiro Diego deu a vitória ao Peixe, aos 39 minutos.


São Raimundo 0x6 Rio Branco

Sai, sai da frente, sai que o Estrelão é chapa quente. O Rio Branco voou nesta Primeira Fase de Campeonato Brasileiro da Série D. Na noite deste sábado, o clube acreano goleou o São Raimundo por sonoros 6 a 0, garantiu a liderança do Grupo A1, em partida realizada no Estádio Ribeirão, em Boa Vista, pela décima rodada.


O Rio Branco começou o torneio arrasador, formou a famosa “gordurinha” e foi levando até o final. Tanto é que vinha de duas derrotas seguidas e, mesmo assim, se firmou na primeira colocação do Grupo A1 com 20 pontos e se confirmou como o melhor time da Série D na primeira fase, já que Confiança (18) e Londrina (18) ficam no chapéu na rodada.

O São Raimundo, por sua vez, apenas cumpria tabela na rodada. O clube roraimense já estava eliminado e não sairia da lanterna. A despedida da competição veio com um chocolate, que o deixou com apenas sete pontos e aumentou a série sem vitórias para cinco.

QUEM SEGURA?
O Rio Branco não tomou conhecimento do São Raimundo desde os minutos iniciais. O Estrelão procurou manter a posse de bola e abriu o marcador aos 15. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Jonatan apareceu de surpresa e mandou de cabeça para o fundo das redes. O segundo veio em seguida. Aos 18, William recebeu na entrada da área e chutou forte para fazer o seu.

Rio Branco-AC goleia o São Raimundo-RR - Bvnews
Rio Branco-AC goleia o São Raimundo-RR
 
O Rio Branco seguia em cima e perdeu inúmeras oportunidades de fazer o terceiro. Polaco apareceu no meio e chutou nas mãos de Kleyton. Em seguida, Bruno entrou por trás da defesa adversária, mas na hora de finalizar o árbitro assinalou impedimento.

A primeira grande chance do São Raimundo aconteceu apenas aos 38 minutos. Bola cruzada na área do Rio Branco, a bola ficou com Ygor, que rolou para Jeovanne. O volante tirou da marcação e soltou pé. Thiago Rocha fez a defesa em dois tempos.

OLHA O CHOCOLATE!
O panorama da segunda etapa não mudou. O São Raimundo até tentava esboçar alguma reação, mas era engolido pelo Rio Branco. No começo uma oportunidade para cada lado. Pelo lado do Estrelão, Ramon rolou para Wiliam, que de chapa mandou perto do gol de Kleyton. A resposta veio com Ygor. O meia pegou muito embaixo e jogou para fora.

Aos 11 minutos, iniciou o show de gols do Rio Branco. Joel fez boa jogada e tocou para William, que, de fora da área, mandou para as redes. A bola ainda desviou na zaga do São Raimundo antes de entrar. O quarto veio com Bruno. O lateral cortou Jeovanne e soltou o pé para fazer o quarto do Estrelão.
O quinto foi aos 21 minutos. Contra-ataque do Rio Branco, Matheus Cruz tocou para William, que tirou do goleiro e fez o seu terceiro no confronto. Por fim, Careca fechou a conta aos 35. Após lançamento, o jogador pegou de primeira e mandou para as redes.

Atlético Acreanoi 1x0 Genus

Se em campo a empolgação dos jogadores de Atlético-AC e Genus não foi das maiores, nas arquibancadas do estádio Arena da Floresta, em Rio Branco, capital do Acre, local da partida deste sábado (20), o quadro não era diferente.


O duelo válido pela décima e última rodada do grupo A1 do Campeonato Brasileiro da Série D, que terminou com vitória de 1 a 0 para o Galo Carijó , teve apenas 54 pagantes, presença que resultou em uma renda de R$ 400.


O pequeno público é consequência da campanha dos dois times na competição que, eliminados, encerraram sua participação na quarta divisão nacional. O Atlético-AC terminou na quarta colocação do grupo, com 14 pontos. O Genus fica em penúltimo, com 13. 

River perde quatro pontos no STJD e está eliminado

O River-PI está fora da Série D do Campeonato Brasileiro. Por unanimidade, o clube piauiense foi punido na tarde desta quinta-feira pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de quatro pontos, após ter escalado de forma irregular o lateral-direito George Michael na partida contra o Moto Club pela sétima rodada da competição. Os auditores do órgão condenaram o Tricolor no artigo 214 do CBJD, que trata da escalação de atletas irregulares. Michael já havia disputado duas competições oficiais por outros dois clubes diferentes, mesmo assim foi relacionado pelo River-PI para disputar a Série D, o que é proibido pelo do artigo 49 do Regulamento Geral de Competições da CBF. Com a punição, o Galo cai de 10 para seis pontos na tabela do Grupo A2, tirando qualquer possibilidade de ida às oitavas de final da quarta divisão. Remo e Moto Club estão classificados com um rodada de antecedência. Além dos pontos perdidos, o clube piauiense terá que pagar multa de R$ 1 mil. 

A defesa do time piauiense tentou argumentar que o clube foi induzido ao erro pela CBF. Segundo o presidente Elizeu Aguiar, a entidade foi consultada sobre a contratação do lateral-direito e não foi relatado impedimentos sobre a escalação do jogador na Série D. No entendimento do clube, a falha no registro da Confederação teria prejudicado a equipe. No julgamento, o advogado Isaac Chaficks destacou a cautela e boa conduta do time.

- O clube está denunciado no 214, artigo esse que , nessa semana, tem sido pauta de tema neste Tribunal. Trata-se de um caso semelhante ao do América-MG, mas não igual.  Ao contratar o jogador, o clube teve todo cuidado de fazer a consulta na CBF através da Federação. O retorno foi que o jogador estava apto quanto a qualquer punição disciplinar. O clube contratou e fez a consulta, o que comprova a boa fé do time. A declaração de irregularidade só foi expedida após o caso do América-MG ter vindo à tona. Cada caso é um caso. Temos confirmada a boa fé, temos consultas, o atleta não atuou - explicou Isaac Chaficks. 

A defesa, porém, não foi aceita pelos auditores. Relator do processo, Otávio Henrique Menezes afirmou que o documento da consulta feita à CBF diz respeito apenas à parte disciplinar do lateral. Os auditores Guilherme Santos Rodrigues e Lucas Asfor Rocha e o presidente Wanderley Godoy acompanharam a punição.

- Ficou comprovado que o atleta atuou por três equipes diferentes em competições organizadas pela CBF. Assim, voto para apenar a equipe do River-PI com a perda de quatro pontos e multa de R$ 1 mil – justificou o relator. 

Os advogados do clube vão tentar reverter a punição no pleno do STJD. O caso do River-PI é parecido com a punição do América-MG, que perdeu 21 pontos na Série B do Brasileiro. Em nota, o clube informou que aguardará o andamento do processo:
- Diante deste resultado do julgamento, o presidente do River, Elizeu Aguiar, informa que o advogado do clube já recorreu da decisão junto ao pleno do STJD. A diretoria agora vai esperar o andamento do processo, que continua - informou, através da assessoria, o clube. 

Pela Série D do Brasileiro, o River-PI fez uma campanha com quatro empates, duas vitórias e uma derrota. Com 10 pontos, o time ainda tinha possibilidade de classificação. Porém, com a punição a equipe tricolor fará seu jogo de despedida do Brasileiro no domingo, às 17 horas, com o Guarany de Sobral, no Estádio Albertão, em Teresina. No mesmo dia e horário, Moto Club e Remo jogam no Castelão. O confronto define a liderança do grupo.

Entenda o caso 
Uma denúncia encaminhada ao STJD acusou o River-PI de escalação irregular do lateral-direito George Michael na partida contra o Moto Club realizada no dia 31 de agosto, em São Luís, no Maranhão. O nome do jogador consta em súmulas de três equipes diferentes em três competições no mesmo ano, o que configura uma infração ao artigo 49 do Regulamento Geral de Competições da CBF.

De acordo com o artigo 49, “um clube não poderá incluir em sua equipe, na mesma temporada, um atleta que já tenha atuado por dois outros clubes, em quaisquer das competições coordenadas pela CBF, com exceção das copas regionais, em consonância com as determinações da FIFA sobre a matéria”.

Pela Copa do Brasil, George Michael foi titular do Potiguar de Mossoró na vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, no dia 2 de abril, no estádio Nogueirão, no Rio Grande do Norte. A equipe paulista acabou sendo eliminada no jogo de volta no Canindé, ao perder por 2 a 1, em São Paulo.
O jogador atuou também como titular na derrota do CRB para o Crac, por 3 a 2, válido pela terceira rodada do Grupo A da Série C do Brasileirão. A partida foi disputada no dia 11 de maio, em Coruripe, no Alagoas. No River-PI, Michael foi relacionado para a partida contra o Moto. O lateral não entrou em campo, mas assinou a súmula da partida.

A diretoria riverina ficou sabendo da denúncia envolvendo Michael pela imprensa e, após uma consulta feita à Federação de Futebol do Piauí, confirmou a existência da irregularidade.

Villa Nova é punido e perde 14 pontos por escalação irregular de jogador

Eliminado no fim de semana da Série D do Campeonato Brasileiro, após por perder para a Anapolina, o Villa Nova foi novamente derrotado esta semana. Nesta terça-feira, foi punido com a perda de 14 pontos após julgamento realizado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O clube de Nova Lima foi denunciado por suposta utilização irregular do atacante Tiago Lima Leal, conhecido como Tiago Azulão. Segundo a CBF, ele teria atuado pelo Tombense no Campeonato Mineiro, por CRB na Série C e o Leão do Bonfim na Série D. O presidente Aécio Prates já conversou com os dois advogados do Villa e avisa que vai recorrer até a última instância por considerar que a CBF errou quando regularizou o atleta como jogador do clube mineiro.

A participação de um jogador em três competições infringe os artigos 49 do Regulamento Geral de Competições 2014 da CBF e 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O primeiro prevê que um clube não poderá incluir em sua equipe, na mesma temporada, um atleta que já tenha atuado por dois outros clubes, em quaisquer das competições coordenadas pela CBF. O segundo trata de incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.

Gols da 9ª rodada

Vitória da Conquista 0x2 Globo



Rio Branco 0x1 Princesa do Solimões



Remo 3x2 River



Campinense 1x0 Central



Estrela do Norte 1x1 Brasiliense



Porto 1x1 Confiança



Pelotas 3x1 Boavista



Baraúnas 2x0 Jacuipense



Villa Nova 1x2 Anapolina



Metropolitano 1x1 Londrina



Genus 2x2 São Raimundo

Genus e São Raimundo-RR se enfrentaram no Aluízio Ferreira, na tarde deste domingo pela 9ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. Com o empate de 2 a 2, o Aurigrená fica com 13 pontos, mesma pontuação do Santos-AP, terceiro colocado. O São Raimundo-RR permanece na lanterna, com sete.

No estádio, os 192 pagantes viram um início de jogo com um Genus forte e confiante, como permaneceria por todo o primeiro tempo. Aos dez minutos, Cavalo teve uma oportunidade na cabeça da área mas chutou pra fora. Aos 16, Eduardo, do São Raimundo-RR, levou amarelo e deu falta pro Genus, que também não aproveitou. Logo após, Richard, também do visitante, levou um vermelho por entrada dura e deixou o time com dez o restante da partida. O lateral direito Guarati era um dos maiores responsáveis pelas jogadas.

Genus e São Raimundo-RR (Foto: Larissa Vieira)Genus e São Raimundo-RR (Foto: Larissa Vieira)

O Genus dominou o meio de campo e o que se via era um Marcos Canhoto inspirado, que dava mais posse de bola ao time da casa. Aos 20 minutos, o volante saiu driblando na intermediária e chutou livre, mas o chute saiu fraco e o goleiro Kleyton defendeu. Aos 29, Canhoto tentou de novo, mas a bola saiu no canto esquerdo da trave. O São Raimundo tentava o contra-ataque, mas a defesa não deixava vazar e a oportunidade apareceria só aos 46, quando Enival, que seria o nome do segundo tempo, ficou cara a cara com o goleiro Dida, mas chutou fraco e deixou sobrar pro time da casa.

No segundo tempo o Genus voltou atacando, mas o São Raimundo mexeu e resolveu se ajeitar em campo. Aos seis minutos, Rafael Pato quase abriu o placar para o Aurigrená na sobra do cabeceio do Marcos Canhoto. Depois, aos sete, Enival decidiu marcar e fez o primeiro gol da partida, chutando forte e encobrindo o goleiro Dida. Logo em seguida, aos oito, Pemaza empatou para o Genus chutando no canto direito do goleiro. A partir daí tudo ficaria igual, até no número de jogadores em campo. Mas antes, aos 13, Enival marcou mais um ao driblar a zaga e chutar cruzado no gol de Dida.

Aos 15, os ânimos se exaltaram e Ronan levou cartão vermelho, deixando o Genus com um a menos. Aos 18, Caio, do São Raimundo, ficou cara a cara com Dida, mas chutou fraco e o goleiro defendeu. Marcos Canhoto apagou e ficou sem criação, deixando o Genus praticamente sem atuação no meio de campo. De repente a classificação já era vista mais de longe. Mas Rafael Pato, de novo, resolveu aparecer. Aos 39 minutos ele marcou o gol de empate ao entrar sozinho na área e ver o goleiro falhar ao chutar rasteiro. No placar, 2 a 2.

O próximo adversário do Genus é no dia 21 de setembro, na Arena da Floresta (AC). A partida é contra o Atlético-AC, quinto colocado na tabela com 11 pontos.

Pelotas 3x1 Boavista

O Pelotas fez a sua parte neste domingo. O Lobão bateu o Boavista por 3 a 1 na Boca do Lobo e manteve viva as chances de classificação para a próxima fase da Série D do Brasileirão. Todos os gols dos donos da casa foram marcados antes dos 20 minutos do primeiro tempo. Feliphe, duas vezes, e Jefferson anotaram para o Pelotas. Cláudio Pagodinho descontou para os visitantes.

O resultado manteve o time gaúcho vivo no Grupo 8 da competição. Com sete pontos, o Pelotas está dois atrás da Penapolense, segundo colocado. As duas equipes se enfrentam na última rodada. Mas não basta vencer. As duas equipes terão de torcer contra o Metropolitano, que tem nove pontos e joga contra o próprio Boavista, no Rio de Janeiro, na última rodada.

No jogo deste domingo, o Pelotas resolveu a logo de cara. Com 18 minutos de jogo, já vencia a partida por 3 a 0. Na segunda etapa, o Boavista descontou e ainda teve tempo para uma confusão.  Luiz Carlos fez falta em Matheus Cavichiolli, goleiro do Pelotas e os ânim

Porto 1x1 Confiança

Pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Porto-PE ficou no empate em 1 a 1 com o Confiança, no Estádio Lacerdão. O Gavião do Agreste vencia o jogo até os 44 minutos do segundo tempo quando o atacante Leandro Kível pegou a sobra de bola dentro da área e empatou o jogo.

Com o resultado, o tricolor caruaruense continua na vice-liderança do grupo A4, com 15 pontos, mas vê o Globo-RN cada vez mais perto, com uma vantagem de apenas dois pontos. No próximo duelo, o Porto-PE encara a equipe potiguar jogando fora de casa e precisa apenas de um empate para chegar à fase de mata-mata.

Já o Confiança, que já tinha a vaga garantida, se isolou na liderança do grupo com 18 pontos conquistados e ainda sem saber o que é derrota na competição. Na próxima rodada, o time do Confiança folga e só perde a liderança se o Porto vencer a próxima por 6 a 0.

- Atualizado em

Porto sofre empate do Confiança no finalzinho e vê classificação adiada

Gol de empate do visitante foi aos 44 minutos do segundo tempo, com Kível

Por Caruaru, PE
Pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Porto-PE ficou no empate em 1 a 1 com o Confiança, no Estádio Lacerdão. O Gavião do Agreste vencia o jogo até os 44 minutos do segundo tempo quando o atacante Leandro Kível pegou a sobra de bola dentro da área e empatou o jogo.

Com o resultado, o tricolor caruaruense continua na vice-liderança do grupo A4, com 15 pontos, mas vê o Globo-RN cada vez mais perto, com uma vantagem de apenas dois pontos. No próximo duelo, o Porto-PE encara a equipe potiguar jogando fora de casa e precisa apenas de um empate para chegar à fase de mata-mata.

Já o Confiança, que já tinha a vaga garantida, se isolou na liderança do grupo com 18 pontos conquistados e ainda sem saber o que é derrota na competição. Na próxima rodada, o time do Confiança folga e só perde a liderança se o Porto vencer a próxima por 6 a 0.
porto x confiança (Foto: Vital Florêncio / GloboEsporte.com)Porto precisava da vitória para garantir a classificação antecipada à 2ª fase (Foto: Vital Florêncio / GloboEsporte.com)


O Jogo

Precisando da vitória diante de sua torcida, o Porto tomou a iniciativa e tentou neutralizar o adversário. Apesar das poucas oportunidades para os dois lados, o Gavião do Agreste era mais objetivo e o Confiança se resumia nas tentativas do tempo passar e fazia cera. E foi aos 33 minutos de jogo que a defesa do Confiança cochilou e Erick mandou para as redes, mas o golaço foi anulado pela assistente Carolina Romanholi que marcou impedimento.

O primeiro susto do jogo foi ao 39 minutos, quando o zagueiro Geninho recebeu uma forte pancada na cabeça e não teve mais condições de jogo. Resumido aos dois fatos mais relevantes em campo, terminou o primeiro tempo em 0 a 0.

porto-pe x confiança (Foto: Vital Florêncio / GloboEsporte.com)Porto continua na vice-lidernça do grupo, com 15 pontos (Foto: Vital Florêncio / GloboEsporte.com)
Na volta para segunda etapa, o tricolor caruaruense abriu a contagem. Jogada rápida com Thaciano que encontrou Etinho totalmente livre, cara a cara com Everson. O atacante do Porto tocou no canto direito do goleiro azulino. Porto-PE 1 a 0.

O segundo susto do jogo ficou por conta do árbitro do jogo. Aos 25 minutos do segundo tempo, Avelar Rodrigo passou mal em campo. Ele sentiu fortes dores no ombro depois de uma trombada com o atleta do Confiança. O árbitro teve o ombro imobilizado e foi levado ao hospital da cidade. Quem assumiu o apito no Estádio Lacerdão foi o quarto árbitro Diego Fernando Lima. 

Quando todo mundo esperava uma vitória dos donos da casa, Kível resolveu contrariar a todos e empatou o jogo aos 44 minutos. No lance, Etinho reclamou bastante com a assistente no lance do gol de empate e recebeu cartão vemelho. Placar final Porto-PE 1, Confiança também 1.

porto-pe x confiança (Foto: Vital Florêncio / GloboEsporte.com)Confiança marcou o gol de empate aos 44 minutos do segundo tempo, com Kível Foto: Vital Florêncio/GloboEsporte.com)

Villa Nova 1x2 Anapolina

A Anapolina está nas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. A equipe goiana venceu o Villa Nova por 2 a 1, na tarde deste domingo, em Nova Lima (MG), e chegou aos 10 pontos no Grupo A5. Como a próxima partida da Xata está suspensa porque o Itaporã (MS) desistiu da competição, a equipe conquistará os três pontos - será computada uma vitória por 3 a 0 como manda o Regulamento Geral de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Como houve empate entre Brasiliense e Estrela do Norte, a Xata e o time candango estão classificados. A equipe de Anápolis chegará obrigatoriamente aos 13 pontos e o Brasiliense poderá alcançar 15 pontos, pois enfrenta o Villa Nova na última rodada.

Há ainda uma possibilidade de a Anapolina conseguir pontos da partida em que empatou com o Villa Nova, no 1º turno, pois o clube mineiro pode ser punido por escalação irregular de um jogador. Assim, a Xata pode ser até a primeira colocada do grupo.

A Anapolina dominou boa parte da partida, mas abriu o placar só aos 45 minutos do primeiro tempo, com gol de falta de Renato Xavier. Só que o time anapolino passou a sofrer pressão do Villa Nova e cometeu um erro que custou o empate - Jacó marcou contra, aos 16 da etapa final. Quem garantiu a vitória foi Tiago Soriano, com gol de fora da área aos 34 minutos.

Metropolitano 1x1 Londrina

O Metrô dominou, saiu na frente, mas não conseguiu segurar o Londrina. Após abrir o marcador em cobrança de penalidade de Alessandro, o goleiro do time catarinense falhou, e Paulinho igualou o placar no estádio Sesi, em Blumenau, para isolar ainda mais a equipe paranaense na ponta do Grupo 8, e garantir a segunda melhor campanha até agora em toda a Série D, com 18 pontos em oito jogos - abaixo apenas do Confiança, à frente pelo saldo de gols (11 contra 7). Metropolitano 1 x 1 Londrina.

O Metropolitano, por outro lado, se complica na competição nacional. Caso tivesse garantido os três pontos, assumiria a segunda colocação no grupo, mas apenas igualou a pontuação do Penapolense - e terminou a rodada em terceiro lugar pelo critério de desempate, o saldo de gols. Na última rodada, no próximo domingo, além de bater o Boavista, a equipe catarinense torce por um tropeço do time paulista para classificar às oitavas de final.

O jogo

Após um primeiro tempo sem mudança no placar, o Metropolitano foi para cima de um Londrina tranquilo com o empate fora de casa. Hiroshi tentou no começo do segundo tempo, em jogada individual, mas o tiro não teve a precisão necessária. Aos 19, porém, de pênalti, Alessandro colocou o time catarinense na frente. Com a qualidade dos anos como jogador profissional, o experiente lateral bateu com precisão para colocar o Metrô à frente do placar.

Dez minutos depois, no entanto, o Londrina chegaria ao empate. Em falha do goleiro Dida, Paulinho não perdoou o vacilo e empatou a partida em Blumenau. O Metrô, necessitando da vitória para depender apenas de si, até que pressionou e tentou, mas não foi feliz nas finalizações.

Na próxima, 10ª e última rodada, o Londrina, já classificado, descansa. Já o Metropolitano busca a classificação para as oitavas de final, fora de casa, contra o Boavista, que já está fora da luta por uma das vagas. O jogo está marcado para o próximo domingo, dia 21, na Boca do Lobo.

Interporto 2x4 Moto Club

Pensando ainda na classificação e precisando da vitória, o Moto Club visitou o Interporto no estádio General Sampaio em Porto Nacional e venceu por 4 x 2 neste domingo (14). Com a vitória, o time maranhense chega aos 13 pontos na tabela de calssificação e fica em segundo lugar do grupo. O Interporto se despede da competição nacional com apenas 5 pontos e na lanterna do grupo A2.

Jogo aberto e muitos gols

Com um início avassalador e precisando do resultado, o Moto Club pressionou o Interporto até chegar ao gol com Fred de cabeça em cruzamento de Kléo. Em menos de dez minutos, Gabriel domina de fora da área, chuta no canto sem chances para o goleiro Everton e marca o segundo para o Moto.
Com o resultado, o time maranhense acabou relaxando e o Interporto passou a gostar do jogo e criar boas chances. Ainda no primeiro tempo em cobrança de falta, Jean Carlos diminui o placar para o Tigre.

O gol motivou o time portuense que conseguiu criar grandes chances para empatar a partida. Primeiro com Igor que ficou de frente com o goleiro Ruan aos 38 minutos e depois com o meia Marcos Paulo no fim do jogo, mas novamente o goleiro Ruan apareceu, antecipou a jogada e defendeu.

No segundo tempo, o Interporto volta pressionando o Moto Club, mas quem aproveita as chances que apararecem é o Papão do Norte. Quando Gabriel ganha do zagueiro Eraldo do Inteporto e passa para Jefferson Abreu, que mesmo caído consegue chutar para o gol, o Moto Club marca o terceiro no estádio General Sampaio.

A partir daí, o jogo tem um período de equilíbrio em que os dois times chegavam bem ao ataque, Jean Carlos aparece novamente e em jogada individual dribla a defesa do Moto e aproveitando contra-ataque marca o segundo do Interporto.

Após, quase empatar o jogo novamente com Jean Carlos em vacilo da defesa do Moto Club, o time maranhense recupera a bola, Gabriel cruza, o zagueiro Rodrigo se atrapalha e marca contra. Esse era o quarto gol do time maranhense.

Ainda no fim do jogo, novamente Gabriel invade a grande área do Interporto, é derrubado pelo zagueiro Eraldo e o juiz marca pênalti para o Moto Club. Com a chance de fazer seu terceiro gol no jogo, Gabriel bate o pênalti, mas o goleiro Éverton defende.

Com isso, na última rodada da Série D, o Moto Club enfrenta o Remo no estádio Castelão às 17h. Para o Interporto, o confronto contra o time maranhense marcou o último jogo do time tocantinense na competição.

Mural