Parnahyba Sport Club


Fundação: 01/05/1913
Cidade: Parnaiba/PI
Alcunha: Azulino
Mascote: Tubarão
Site: www.parnahyba.com.br

HISTÓRIA

Considerado o berço do futebol parnaibano, a história do estádio Petrônio Portela se confunde com a história do Parnahyba. Construído na décado de 1920, pela Casa Inglesa, foi batizado originalmente por Estádio Internacional. Seu estilo arquitetônico semelhante aos estádio ingleses da época, único no Brasil, era símbolo do glamour das disputas do Campeonato Parnahybano no século passado.
Com o fechamento da Casa Inglesa, o estádio é colocado à venda, sendo comprado pelo Governo do Estado do Piauí, na pessoa do então-governador parnaibano Alberto Silva, sendo, em 1973, doado ao Parnahyba Sport Club.
Após as construções do estádio Mão Santa, o Parnahyba deixa, definitivamente, de mandar seus jogos do Petrônio Portela, que, "esquecido" começa a sofrer aos danos provocados pelo tempo e a falta de manutenção.
Restando apenas as ruínas da estrutura original, a diretoria do Parnahyba resolve, em 2008, iniciar uma grande reforma de restauração e ampliação no estádio, transformando-o no Centro de Treinamentos da equipe profissional e das categorias de base. As primeiras etapas, que consistiam na recuperação da estrutura administrativa já foram contempladas.



Participações Nacionais
Série B: 01 participação (1991)
Série D: 02 participações (13, 16)
Copa do Brasil: 06 participações (04, 06, 07, 13, 14, 15)

Campanha nos últimos estaduais
2016:
2015:
2014: 2º
2013: Campeão
2012: Campeão
2011: 3º
2010: 5º
2009: 7º
2008: 5º
2007: 3º
2006: Campeão
2005: Campeão
2004: Campeão
2003: 2º
2002: 7º

Titulos: 12 vezes (1916/ 1924/ 1925/ 1927/ 1929/ 1930/ 1940/ 2004/ 2005/ 2006/ 2012/ 2013)

Estádio: Mão Santa (Piscinão)
Capacidade: 4.000 lugares





HINO

Ó Parnaíba, teu nome exprime
Em nosso peito ardor sublime
Que nos inspira a repetir a doce escala


Da voz do rio que te envolve que te embala
Teus filhos bravos. No embate rudo
Fazem do peito. Um bronzeo escudo

E quem da luta. Todo ardor não liba
Ao som do brado: Salve ó Parnaíba

Possues o brilho. Da paz bendita
Que sobre nós. Fulge e palpita
Ao sopro forte do Nordeste a vida canta
Nessa oficina de labor que nos encanta
Do nosso esforço. Vem a surgir
A glória excelsa. Em teu porvir


E quem da luta. Todo ardor não liba
Ao som do brado: Salve ó Parnaíba


A doce sombra. Da paz suprema
Progredir sempre. É o nosso lema
Onde a bravura destemida enfim assome,
Nos lembra o rio que te deu tão grande nome
Teus filhos bravos. No embate rudo
Fazem do peito. Um bronzeo escudo


E quem da luta. Todo ardor não liba
Ao som do brado: Salve ó Parnaíba
 
E quem da luta. Todo ardor não liba
Ao som do brado: Salve ó Parnaíba
.

5 comentários:

  1. Pode conferir a história do Tubarão no site do clube.

    http://portalazulino.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. tubarão, um dos poucos times campeões no ano do centenário!!! booora parnahyba!

    ass: weshington teles

    ResponderExcluir
  3. o parnaiba vai ser campeão da serie d 2013 vamos lá parnaiba!!!!! é piauí.

    ResponderExcluir
  4. Tubarão do Litoral - Meu clube e minha paixão!!!

    ResponderExcluir

- Não exagere nos comentários, zoações são permitidas, comentários racistas, xenófobos, preconceituosos serão deletados.

Mural